Skip to content

Uma breve passagem pela nossa história

Ward Lay, um admirador da Argentina e de seu povo, em meados dos anos 90 decidiu investir no país. De origem norte americana, ele pertencia a uma família com grande conhecimento em mercados de consumo em massa, seu pai foi fundador de Frito-Lay e antigo presidente do corpo diretivo da PepsiCo. Com recursos e experiência para ter excelência em suas atividades, entrou no mercado de vinhos.

Andeluna nesceu em 2003, quando Lay escolheu aos melhores conhecedores deste negócio, neste caso a família Reina Rutini -com quem ele se associou no início- as melhores terras para produzir – Vale De Uco – Gualtallary, e um grande conhecedor de vinhos de renome internacional como Michel Rolland, que até hoje acompanha o projeto.

Lay morreu em outubro de 2011, e a vinícola continuou sendo administrada por uma gerencia altamente qualificada e muito comprometida com os ideais de excelência de seu fundador. Seus herdeiros, a pedido do próprio Lay, decidiram transferir seus ativos a pessoas que tivessem comprometidas com as ideias e princípios da empresa. Foi assim, que decidiram negociar com a família Barale -conhecida no Brasil na área energética e na Argentina com a indústria de vinhos- e em pouco tempo a operação foi concluída e a familia assumiu a empresa.

A família Barale assumiu a operação com foco em gestão de pessoas e investimentos em infraestrutura. Atualmente, o principal objetivo é continuar cuidando dos processos para manter excelência na qualidade do produto e consolidação da imagem, mas sempre respeitando as diretrizes traçadas pelo seu fundador.

ANDELUNA hoje é um grupo consolidado, com duas unidades de produção. A primeira e principal está localizada em Gualtallary, mas o menos 10 km de Tupungato, no Valle de Uco, e a segunda perto de Villa Atuel, ambas no estado de Mendoza, com uma capacidade de armazenagem de 2.300.000 litros.

O grupo conta com presença na Argentina e em mais de 30 países, mantém firme a decisão de continuar sendo referência de qualidade em vinhos, tanto no mercado local como internacional, e um destino turístico prioritário para visitar na região de Mendoza.